Artista da Fundação PLMJ representado Museu Reina Sofia
Descrição
Carlos Bunga, artista representado na Coleção da Fundação PLMJ, leva até ao Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia a exposição "Against the Extravagance of Desire", um projeto construído de raiz dentro espaço do Palácio de Cristal, uma construção da arquitetura industrial do século XIX. "Against the Extravagance of Desire" é uma obra site specific, para a qual o artista recolheu plantas do jardim Botânico de Madrid, que integrou nas estruturas efémeras de cartão, cruzando a pintura e a escultura, uma prática marcante do seu trabalho. Bunga trabalha assim uma nova arquitetura dentro de uma arquitetura histórica e utópica. A instalação é uma homenagem ao nomadismo forçado, aos refugiados, e uma obra crítica sobre bairros precários da cidade de Madrid, com uma forte ressonância noutras zonas do globo. Esta é uma obra performativa, viva como as plantas ou o parque envolvente, e pode ser visitada até 4 de setembro, no Palácio de Cristal, em Madrid. "Carlos Bunga é um artista com uma obra muito relevante no sentido em que trabalha com diferentes meios plásticos e visuais, que se constitui como processo em contínuo desenvolvimento, entre o modelo e as instalações de grande dimensão com materiais precários. O seu trabalho expressa uma forte correspondência com corpo e a sua relação, por vezes autorefencial, com a casa e as diversas texturas que a sua construção revela enquanto memória. O desenho é uma das práticas que marcam o trabalho do artista, como por exemplo uma das suas obras da coleção desta Fundação intitulada "Drawings Culturgest Project", de 2006. Um conjunto de desenhos preparatórios para a instalação temporária apresentada naquela instituição.", explica João Silvério, curador da Fundação PLMJ.