Fundação PLMJ vai organizar exposição em S. Tomé e Príncipe, dedicada a autores lusófonos da sua coleção

A Fundação PLMJ inagurou no dia 9 de julho de 2018 a exposição intitulada Autores Lusófonos na Coleção da Fundação PLMJ ? Volume III, que visa reunir um conjunto de obras de arte transversal a diversos autores lusófonos.

A curadoria e seleção das obras de arte foi desenvolvida por João Silvério. A escolha assenta num pressuposto de cruzamento entre linguagens diversas da produção contemporânea de artistas lusófonos que integram a coleção da Fundação PLMJ. É objetivo conceptualizar uma exposição abrangente, mas que não pretende esgotar a criação contemporânea no universo da lusofonia, que tem hoje uma dimensão internacional muito rica e diversificada.

Os artistas representados na exposição são os seguintes: Abraão Vicente (Cabo Verde), Alice Geirinhas (Portugal), António Olaio (Portugal), Flávio Miranda (Portugal), José Chambel (S. Tomé e Príncipe), Maimuna Adam (Moçambique), Mudaulane (Moçambique), Nú Barreto (Guiné Bissau), René Tavares (S. Tomé e Príncipe), Rosana Ricalde (Brasil) e Yonamine (Angola).

A exposição realizou-se na CACAU ? Casa das Artes, Criação, Ambiente e Utopias, em S. Tomé, e esteve patente de 9 de Julho a 8 de Setembro de 2018. A exposição inaugurada no contexto do 12.º Encontro de Fundações CPLP, subordinada ao tema ?Desenvolvimento e Sociedade Civil: o contributo das Fundações?, que se realizou na cidade de S. Tomé, de 9 a 11 de julho.
  • 2018-06-07